domingo, 22 de novembro de 2015

EMPREGO EM PORTUGAL

O dia desse post tinha que chegar não é mesmo? Um assunto que gera muitas perguntas e curiosidades tanto para as pessoas que estão vindo para Portugal quando para aqueles que estão na torcida de quem vem. Pois bem, vamos falar de trabalho! Assim que chegamos passamos um mês conhecendo Porto, como tudo funcionava por aqui, e resolvendo várias coisinhas burocráticas como providência de documentos em geral, conta de banco, busca e aluguel da nova morada, compra de móveis, instalação de serviços, etc. Depois da mudança para a nova e definitiva casa foi que começou a busca por emprego. Fiz um currículo seguindo os padrões daqui (pesquisei na internet o formato), imprimi e passei a enviar através da internet e entregar pessoalmente nos lugares que me interessavam. Adivinhem: na minha primeira entrevista quase cai em um pequena furada rs. Logo no dia seguinte ao meu primeiro envio de currículos me ligaram para um entrevista de uma empresa que tinha "marketing" no nome e procuravam jovens pró-ativos e com todas aquelas qualidades buscadas por empresas. Fiquei super empolgada pois pelo nome parecia que era algo na minha área (sou formada em publicidade e propaganda) e para melhorar o lugar era grudado na minha casa nova. Então lógico que fui feliz e contente para a entrevista. Chegando lá era uma sala como essas que ficam embaixo de prédios e uma menina me deu um papel que era praticamente um currículo para que eu preenchesse - achei um pouco estranho visto que eu já havia enviado o meu currículo - porém preenchi animada e esperei a entrevistadora chegar. Assim que ela chegou chamou meu nome e eu entrei em uma salinha para ser entrevistada. Só que eu não fui entrevistada. Ela falou bem rápido, fez um resumo sobre a empresa, disse que era uma empresa onde as pessoas começam em cargos menores mas que existe um plano de carreira e os funcionários vão subindo de cargo na medida do desempenho. No final das contas não tinha a ver com marketing na verdade, era emprego para vender plano de energia elétrica de porta em porta e ganhar por comissão. Ok. Como não falei absolutamente nada na entrevista já fui embora pensando: acho que ela não teve interesse em mim e não me ligarão. Pois mais tarde recebi uma ligação dizendo que havia passado e que no dia seguinte era para ir com sapato confortável que já teria um treinamento "em campo". Foi ai que resolvi jogar o nome da empresa no google e ela acabou aparecendo em um texto de um blog cujo título era alguma coisa de emprego relacionada a "golpe". Comecei a ler e a escritora dizia que algumas empresas aqui em Portugal se aproveitam do fato de que existem muitas pessoas procurando emprego e fazem o seguinte esquema: montam um escritório que nem sempre é fixo num dessas salinhas que eu disse anteriormente e colocam um nome na empresa que remeta a algo na área de comunicação para atrair os jovens. Ela dizia que eles pedem para você preencher o currículo quando chega na entrevista pois na verdade não leram o seu currículo coisa nenhuma. De acordo com ela eles chamam para a entrevista todos que demonstram interesse. Dizia também que esse papo de carreira não é verdade, que as pessoas serão apenas vendedor de porta em porta e que normalmente saem da empresa dentro de três meses. Nesse mesmo post havia uma lista com os nomes das empresas que deveriam ser evitadas e a empresa que me entrevistou foi citada nos comentários. Realmente tudo que eles descreviam foi o que eu tinha passado. Não sei se procede ok? Estou passando apenas o que eu li. Como eu já tinha a informação de que venda de porta em porta comissionada não é muito ideal (pesquiso tudo mesmo rs) comuniquei que não iria no dia seguinte e acabei desistindo desse emprego. Então continuei a enviar currículos e também entregar em lojas de shopping. Nesse meio tempo cheguei a fazer um dia de treinamento em uma loja de cosméticos (produtos muito bons por sinal) onde o método de vendas era o de abordagem. Como tive esse dia para treinar senti que não era muito o meu perfil essa questão de abordar os clientes e pensei que talvez eu não conseguiria render como gostaria. Sendo agora época de natal tem muita loja recrutando vendedoras e por isso acabei tomando a decisão de abrir mão desse emprego que surgiu, que tinha uma equipe muito legal, para tentar em outras lojas que tivessem o padrão de venda com o qual já trabalhei e nas quais acredito que eu possa ter um desempenho melhor. Confesso que fiquei com medinho de ter abrido mão de uma oportunidade e talvez não conseguir outra mas tem horas que precisamos arriscar. Foi ai que entregando mais currículos (entreguei em uns quatro shoppings ao todo) entrei na loja O Boticário. Fui recepcionada pela própria gerente que me disse que dali a uma hora haveria uma entrevista em grupo e perguntou se eu queria participar. Oh My God!É LÓGICO que sim rs. Esperei dar a hora e fui para entrevista. Mais tarde me ligaram para dar a notícia de que eu havia sido selecionada para o extra natal da empresa! Fiquei muito feliz!!! Tudo bem que "extra natal" é só para essa época de grande venda mas é a minha primeira experiência de trabalho em Portugal e em uma empresa que conheço, admiro e tem bastante a ver comigo. Darei o meu máximo para fazer um bom trabalho! Obs: para quem não acompanha o blog vale falar que eu tenho cidadania portuguesa pois pelo que percebi as lojas de shopping costumam "cobrar" a cidadania. É isso! Que esse natal seja frenético e cheio de presentinho da Boticário! :) 

7 comentários:

  1. Só posso desejar muito trabalho, muito sucesso .... Beijo grande

    ResponderExcluir
  2. Muito sucesso!!!!! Se eu estivesse ai só ia comprar boticário para todo mundo rsss Amo post novo no blog!!!'n

    ResponderExcluir
  3. Que bom meu amor!!! Vai ser a vendedora mais comunicativa!!

    ResponderExcluir